Comunicado
Os valores da Cana-de-açúcar e os valores da ATR só serão fornecidos para Associados da Olicana via telefone (17) 3281.1733, conforme instrução do Consecana e Orplana.
 
Pagina Inicial do Site Fale-Conosco
   
        Olímpia-SP, Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Colaborador: Aplicação de maturadores vegetais na cultura da cana-de-açúcar - OLICANA - Associação dos Fornecedores de Cana da Região de Olímpia-SP
  Página Anterior Versão para Impressão Aumente o tamanho do texto p m g
Colaborador: Aplicação de maturadores vegetais na cultura da cana-de-açúcar

 04/06/10

A aplicação de maturadores vegetais na cultura da cana-de-açúcar tem se tornado, prática cada vez mais comum no setor sucroalcooleiro. O objetivo é antecipar e manter a maturação natural e assim disponibilizar matéria-prima de boa qualidade para a industrialização antecipada, além de auxiliar no manejo das variedades (Gheller, 2001).

No campo, a cana-de-açúcar, sob o ponto de vista econômico, é considerada apta a ser industrializada a partir do momento em que apresenta teor mínimo de sacarose de 13% do peso do colmo. As condições climáticas existentes na região sudeste do Brasil, em particular no Estado de São Paulo, são muito propícias à maturação fisiológica natural de cana-de-açúcar. O processo tem início nos meses de abril e maio, sendo as precipitações pluviais determinantes para se estabelecer este início. A somatória das quedas gradativas da temperatura com a redução e termino das precipitações reduz o processo de crescimento da cana-de-açúcar. A fotossíntese continua ocorrendo normalmente, enquanto há folhas verdes, com produção de sacarose que se acumula nos espaços disponíveis nos colmos, com conseqüente aumento da massa seca acumulada (Deuber, 1988).
Portanto o inicio do processo de maturação está ligada às condições climáticas: temperaturas baixas (deficiência térmica) e baixa umidade (DEFICIÊNCIA HÍDRICA).

Durante a maturação, a cana-de-açúcar armazena a sacarose a partir da base para o ápice da planta. No início, o terço basal do colmo mostra teor mais elevado de açúcar do que o terço médio, e este maior do que o terço apical. À medida que a maturação progride, o teor de sacarose tende a se igualar nas diversas partes dos colmos, quando o ápice apresenta composição similar ao da base (Fernandes, 1982; Fernandes & Benda, 1985).

A época de aplicação dos produtos químicos, doses utilizadas e épocas de corte da matéria-prima são alguns dos fatores que podem influir na eficiência dos produtos químicos inibidores de florescimento e maturadores da cana-de-açúcar (Leite, 2005).

FATORES QUE INFLUENCIAM NO
PROCESSO DE MATURAÇÃO
DA CANA-DE-AÇÚCAR.


A maturação da cana-de-açúcar ocorre em função de diversos fatores. Dentre eles, pode-se citar:

- desenvolvimento vegetativo;
- precipitação;
- fotoperíodo;
- temperatura;
- fertilidade do solo;
- presença de irrigação;
- variedades.
Caracterização dos maturadores atuais
- fisiológicos;
- estressantes;
- hormonais / nutricionais.
Fatores a considerar para sucesso no uso da tecnologia de maturação induzida:
- ambientais: interpretação das condições fisiológica da cana.
- varietais: época de aplicação, variedades (precoce, média, tardia), idade, condições de campo.
- operacionais: condições de aplicação (tºC, UR%, vento, equipamento, equipe de apoio)
- relação custo / benefício
- produtos: segurança, flexibilidade, consis-tência de resposta.
Características desejáveis para um maturador

FLEXIBILIDADE
- permite aplicações em diferentes condições climáticas, no inicio e final de safra.
- permite colheita em diferentes prazos pós-aplicação, conforme o planejamento de colheita.
- permite atraso de colheita sem perder a maturação e sem prejudicar a planta.

SEGURANÇA
- absorção rápida com ou sem adjuvantes.
- derivas inócuas para as principais culturas.
- favorece brotação inicial e das socas, e que não haja interferência no enraizamento e perfilhamento.
- baixa toxicidade.
- degradação rápida

CONSISTÊNCIA DE RESULTADOS
- apresente alta repetibilidade de resultados com respostas positivas.
- ação afetiva sobre todas as variedades.



CONCLUSÃO
Exemplo prático e financeiro sobre o uso de maturadores:

Uma variedade de cana-de-açúcar precoce colhida em inicio de safra sem maturador atingiu 120 Kg ART / tonelada, fazendo uso do maturador possui a possibilidade de atingir 130 kg ATR / tonelada, portanto um ganho de 10 kg ATR / tonelada. Uma produtividade média de 85 toneladas/hectare com o ganho de 10 kg ATR / tonelada, teremos um ganho de 850 kg de ATR / hectare, quando multiplicado pelo fechamento de ajuste de safra final ATR SP R$ 0,3492 / kg de ATR temos um ganho de R$ 296,82 / hectare, quando comparado sem o uso de maturador em cana-de-açúcar. O custo médio de aplicação + produto (maturador) é de R$ 100,00 / hectare, portanto temos um ganho financeiro de R$ 196,82 / hectare (R$ 296,82 ganho menos o custo R$ 100,00).

Este é um cálculo simples e cada fornecedor de cana-de-açúcar deverá ajustar ao seu ATR relativo.

A diferença de 10 kg ATR / hectare é um exemplo, à diferença pode ser maior ou menor em função das variáveis mencionadas no texto.

Fonte:
Ascana. Informativo, Fevereiro de 2009. Edição 86. Ano 8.

Souza, I. A.; Galvani, E. Relação entre desvios de precipitação e produtividade da cultura da cana-de-açúcar na microrregião de Campo Mourão, PR.

Maturadores e qualidade tecnológica da cana-de-açúcar, variedade RB855453 em início de safra. Bragantia: revista de ciências agronômicas, Vol. 68, Núm. 3, 2009, PP. 781-787. IAC.

Maturadores químicos na cana-de-açúcar aplicados em final de safra. Revista de Biologia e Ciências da Terra, vol. 7, Num. 2, 2º Semestre 2007.


Informativo Olicana - www.olicana.com.br
 
13/12/17    Comunicado de Férias
09/05/17    Edital de Venda de Veículos
13/03/17    Agendamento de Pré-analise
12/12/16    Desejamos um Feliz Natal
11/10/16    Comunicado
08/12/15    A Olicana comunica que no período de 14 de Dezembro de 2015 a 03 de Janeiro de 2016 estará de ferias coletivas.
25/11/15    Presidente Celso Castilho Ruiz representado seus associados no Encontro Mundial de Produtores de Cana-de açúcar e de Beterraba
 
 
© Copyright - Associação dos Fornecedores de Cana da Região de Olímpia/SP
Proibida a cópia parcial do conteúdo deste site sem autorização escrita de seus idealizadores.
WebSite Desenvolvido por: OlímpiaWeb